Category: Novidades


Inspirado no disco solo de um dos meus grandes ídolos, Eddie Vedder – Ukulele Songs (já fiz um review desse disco aqui) comprei um pequeno Ukulele Kala e comecei a aprender seus acordes. Curiosamente, esses pequenos instrumentos começaram a ser vendidos aqui em Manaus nas importadoras especializadas.

1441484_10200980369534231_1396246020_n

Meu Primeiro “Uke” da Marca Kala – “Woody”

Fato é que trata-se de um instrumento relativamente fácil de se aprender e tem inumeros videos no You Tube e páginas na web mostrando como se faz, cito algumas fontes como: Got a Ukulele e Ukulele Mike.  Ele tem apenas quatro cordas e utiliza a seguinte afinação G-C-E-A (a do violão comum seria E-A-D-G-B-E), com um fato muito estranho: as cordas C-E-A seguem a mesma evolução de timbre do violão, da mais grave para a mais aguda, no entanto a corda mais aguda do Ukulele é a G, que no violão estaria na posição da E mais grave. Creio que essas duas cordas agudas nas extremidades são as que garantem essa sonoridade tão viva e peculiar do instrumento. Lembro que essa é a afinação standard ou do ukulelê soprano, alguns ukulelês tem afinações diferentes. Para afinar utilizando esses afinadores atuais estilo “clipe” deve-se utilizar o mesmo no modo Cromático ou ainda você pode utilizar um afinador on line como esse aqui. Alguns acordes são extremamentes faceis de aprender, boa parte deles se resume a colocar apenas 1 dedo em uma das casas e tocar o restos das cordas soltas. Mesmo os acordes estilo “pestana” (ou Barred Chords, em inglês) são bem faceis de executar pois as cordas são muito juntas (na verdade essa distância curta entre as notas as vezes é até um problema dependendo do tamanho do braço do instrumento e da mão do tocador).

Ukulele Chord Chart page1

Quadro de Acordes para Ukulelê – Clique para Ampliar

Para mim que já tinha um conhecimento do violão, foi muito fácil dominar os acordes, em pouco tempo já estava arranhando algumas canções, claro que ainda não sou nenhum Jake Shimabukuro (olha só isso) e provavelmente nunca serei, mas já dá para se divertir um pouco.

Sleeping by Myself foi a primeira música que aprendi a tocar no Ukulele, na verdade comprei o “woody” pensando nessa música, achei que seria tarefa dificil mas foi mais fácil do que pensei. Fiquei feliz e segui em frente. Fui aprendendo novas músicas e convertendo algumas que já sabia tocar na guitarra ou violão para o ukulelê (Caso queira ouvir a música original aqui vai o videoclipe do Eddie que mostra uma Luthieria de Ukulelês)

Logo surgiu uma oportunidade de fazer um evento acústico na Livraria Saraiva, seria o lançamento do livro da minha mãe. Apesar de simples exigia um novo desafio, fazer o instrumento tocar mais alto. Tentei eletrificar o Kala colocando um captador nele, gastei quase o valor dele nessa empreitada e acabou não dando muito certo. Precisava de um novo companheiro para esse projeto. Um ukulele para eventos:

928268_273364049515718_445563998_n

“Buzz” – Meu segundo “Uke”, agora com captação e saida para amplificador

Encomendei o “Buzz” de uma loja em São Paulo, chegou em uma semana e mostrou-se uma belezinha de instrumento, som suave, braço ainda menor que o do Kala e um corte arrojado que lembra uma guitarra. E sem falar que é um Ibanez, nem guitarra Ibanez tenho mas já posso me gabar de ter o “uke”.

A primeira apresentação transcorreu tranquila, apesar de certa insegurança relacionada a expectativa da coisa. Estava lançada a semente. Rodrigo Torres, parceiro da The Greens me acompanhou nessa pequena apresentação de apenas Ukulelê e violão.

Your Song – a linda música do Elton John – Fez muito sucesso com o próprio e também foi regravada por outros vários artistas, eu particularmente passei a gostar mais dela depois do filme Moulin Rouge. Gravei essa em homenagem a minha esposa pela comemoração do dia dos namorados. Ficou uma versão um tanto rápida e se mostrou um desafio pela constante troca de acordes. Hoje costumo tocar ela de forma bem mais lenta, como a original.

Mother Nature Son – Música B-Side dos Beatles (se é que existe isso) fica bem legal nesse instrumento. Como se sabe temos dois entusiastas do Ukulelê nos Beatles, Paul McCartney e George Harrison.

E é em homenagem a Harrison que posto o último vídeo com a música I´ll See you in My Dreams, parece ser uma música da década de 20 (1920) e não sei afirmar de quem seria a autoria, mas essa música no Ukulelê ficou conhecida no encerramento do Concert for George, um ano após seu falecimento. Joe Brown é o músico inglês que presta essa bela homenagem num ukulelezinho com som fantástico e acompanhado por banda e orquestra. Faço questão de postar esse belo momento do rock and roll aqui:

Minha versão é bem mais solitária, e perdoem a penumbra e o audio não sincronizado. Neste dia não estava com muita paciencia para detalhes técnicos, it´s only about music (sorry!)

Depois disso a banda toda se envolveu em um show acústico envolvendo: violão, ukulelê, baixolão e percussão. Já apresentamos esse tipo de apresentação 2 vezes no Jack and Blues (nossa casa de Rock, Blues e Jazz aqui na cidade) e estamos aperfeiçoando.

10710691_10202894212419107_8526712575592825241_n

Especial “The Greens Light” no Jack and Blues

Como nem tudo na vida se trata de copiar também tentamos desenvolver o lado autoral. Uma sequência de acordes ficou durante algum tempo em minha cabeça e logo se tornou uma música, ganhou letra e virou uma pequena homenagem para minha filha Sofia.

Gravamos ela em estúdio há pouco tempo, o Rodrigo mais uma vez ajudou acrescentando um solo de violão. Essa canção deverá fazer parte do primeiro álbum da The Greens. Curtam agora a música abaixo e espero que tenham gostado do texto. Se você estava atrás de um instrumento prático e barato para aprender, aí em cima estão umas boas dicas, vá buscar o seu “uke” e seja feliz!

aí.

Anúncios

Cores Quadrado

Resultado dos estudos de cores dos membros do FotoClube Lentes da Amazônia (FCLA), a Galeria Moacir Andrade, do Sesc, inaugura no dia 04 de setembro, às 19h, a exposição coletiva “Cores”, com 38 fotos de autores diversos. A exposição fica em cartaz até o dia 28 de setembro.

Esta é a quarta exposição coletiva do FCLA. A primeira foi realizada em novembro de 2010, durante o lançamento oficial do fotoclube. Nesta terceira edição, o FCLA reúne imagens que retratam as cores de maneira singular: desde o reflexo de uma casa amarela em período de cheia do Rio Negro até as cores tradicionais dos barcos que navegam pelos rios de Manaus.

Há fotografias produzidas em outros Estados e países e fotos que foram aceitas na última Bienal Brasileira de Fotografia. “Nos dedicamos para estudar diversos temas dentro da fotografia. Nesse caso, em particular, nosso foco estava nas cores”, explica o presidente do FCLA, José Zamith Filho. “O resultado é um mosaico impressionante sobre comportamentos, paisagens, pessoas e muito mais”.

A Menina - Por Anfremon D´Amazonas

A Menina – Por Anfremon D´Amazonas

A exposição estará aberta para visitação de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, até o dia 28 de setembro. As fotos foram impressas em papel de alta qualidade com impressão fine art e contou com o apoio da empresa de impressão FAZZ.ART. Até o final da exposição, o FCLA também promoverá uma programação diversificada de minieventos ligados à fotografia, como Foto-Troca e Foto-Cine, aumentando a oportunidade de mais pessoas visitarem a exposição.

Os fotógrafos
Fotógrafos profissionais e amadores, membros do primeiro Fotoclube de Manaus, vinculado à CONFOTO – Confederação Brasileira de Fotografia: Anderson Yamada; Anfremon D’Amazonas; Beatrice Leong, Bruna Guimarães; Douglas Corrêa, Elem Fragoso, Francisco Rodrigues; Francisco Lima, Gerson Barreiros, Gisele Gomes, Heraldo Reis; José Hilton de Oliveira, José Zamith; Kharla D’Amazonas; Larissa Cruz; Lúcia Barreiros da Silva, Luciane Higashi; Marco Facre, Paulo de Lima; Ricardo Kallai Mugnaini, Thaís Tabosa; Victor Sabino e Wilsa Freire.

Sobre o FCLA

O FotoClube Lentes da Amazônia foi fundado em 27 de março de 2011, a partir de um grupo de fotografia em uma rede social. Sediados em Manaus, tem como objetivo apoiar e divulgar o desenvolvimento da arte fotográfica, agregar interessados em fotografia e disseminar conhecimentos fotográficos a seus membros e à comunidade em geral, através de atividades culturais e educativas tais como cursos, seminários, palestras, exposições, publicações e tarefas afins. É também uma associação de direito privado, sem fins lucrativos, filiada à Confederação Brasileira de Fotografia (Confoto). Além do Foto-Cine, tem em sua agenda de eventos o Foto-Café, o Foto-Troca e as jornadas fotográficas. Mais informações podem ser obtidas no site http://www.lentesdaamazonia.com.br.

Obs: Texto copiado do site oficial do Fotoclube Lentes da Amazonia

www.lentesdaamazonia.com.br

Começou como uma brincadeira! Queríamos registrar apenas nossa única música,“Pega Ladrão”, para ver como ficava gravada em estúdio. No nosso contato inicial com o estúdio Expresso 24, o responsável pelo mesmo, Ita Melo, que acabou se tornando produtor fonográfico do disco, ofereceu a possibilidade de incluir a banda no Projeto “Adote uma banda” e com isso poderíamos gravar 2 músicas pelo preço de uma. O Anfremon já havia passado para os outros integrantes a demo caseira de “Urublues” e assim foi, entramos no estúdio em janeiro de 2010 para gravar essas 2 canções sem grandes pretensões.

Acabamos gostando do resultado e queríamos mais, só faltava um deltalhe, não tínhamos mais músicas. O Anfremon então aproveitou uma de suas músicas originalmente composta para a banda Sweetcase, mas que nunca foi gravada, mudou completamente a letra, inclusive passando para o português, surgia nossa primeira road music, BR-174“. Da brincadeira de compor um Brega-blues, apareceu a “Margarida” e a banda entra em estúdio pela segunda vez para gravar essas músicas.

Nesse momento entra na banda o baixista Israel Pinheiro, no lugar de Fabão. Israel se mostraria um dos principais compositores e letristas da banda. É dele a balada “Todo o Meu Amor em Vão” e também a poesia de “Simplesmente Pelo Fim” criada durante um ensaio, e que foi adaptada por Anfremon para a cração da melodia da música homônima. Essas foram as próximas 2 músicas gravadas e que também caracterizam a passagem rápida do guitarrista Dougllas Abreu pela Banda, que substituia o Lessandro, guitarrista nas primeiras 4 gravações.

Aí a coisa começou a ficar um pouco mais séria. A banda percebeu que essas 2 músicas tinham um certo apelo comercial e para divulgá-las foram produzidos 2 videoclipes de forma independente, caseira mas com muito estilo e humor. O clipes são sequenciais e contam a história do “Triângulo Amoroso” entre El Reverendo (nome artístico do Israel), Wanessa (atriz e amiga da banda) e Margarida, a prostituta fictícia e “fura-olhos” de uma das músicas da SPH. Foram momentos divertidos e com certeza muito criativos da banda.

No segundo semestre de 2010 o guitarrista Jean Carlos “Olhão” entra na banda, já com “deadline” de uma semana para gravar as duas próximas músicas. “Algo Mais” é uma canção antiga e até então não terminada que o Anfremon tratou de recuperar e terminar a letra para incluir no disco e “Blues da Irmandade” que foi meio que uma encomenda que o Lúcio Rabelo e Marcus Vinicius fizeram para o Anfremon. Foram e ainda são as músicas mais “emotivas” do álbum.

Agora a banda já tinha oito músicas gravadas, ou seja, estávamos há mais da metade do caminho e não podíamos parar. A gravação das últimas 4 músicas se deu de maneira diferente. Como o trabalho havia ganhado corpo, Ita Melo ofereceu a possibilidade de trabalharmos as músicas praticamente com experimentalismos dentro do estúdio. Com exceção da progressiva e ecológica “O Rastro do Matá-Matá” que vinha sendo trabalhada pela banda inteira há algum tempo, as outras 3 músicas foram praticamente gravadas sem que tivéssemos a oportunidade de realmente tocá-las ao vivo. ”

“60 Graus” foi a contribuição musical do Jean Carlos para o disco e contou com letra de Israel e Anfremon, “!RIDE?” é uma crítica à dura realidade da cena musical noturna na cidade de Manaus, o jogo sujo muitas vezes praticados pelos empresários e infelizmente, até por outros colegas músicos. Finalmente “Só Por hoje” que é a canção-tema do álbum, posicionada estrategicamente no final do disco. É a única que utiliza o recurso de fade-out no término…para que o disco ficasse com um “quê” de “o que vem por aí”?

Com as músicas finalizadas o CD entrou num processo de mixagem e masterização que durou até março de 2011. Foi quando a banda, então já sem capital para prensar o CD, pleiteou recursos no primeiro site Brasileiro de Financiamento Coletivo. O CATARSE, e foi muito bem sucedida, arrecadando bem mais do que havia solicitado. A campanha terminou em Julho de 2011 e contou com o apoio de 27 pessoas e 4 empresas: Casa do Campo, MB Consultoria, CVC e MEISTER. Com esse recurso a banda conseguiu pagar a prensagem e arcar com custos de envio de material, taxas, etc.

Video feito para o site CATARSE de Financioamento Coletivo

As primeiras 1000 cópias do CD “Só Por Hoje” chegaram em Novembro de 2011 e apesar do CD ter sido amplamente distribuído entre os amigos, fãs e colaboradores da Banda. A mesma não quis fazer o Lançamento oficial do CD até o mesmo tivesse um esquema forte de distribuição.

Apenas em Março/2011 foi que a banda acertou com a Livraria Saraiva que incluiu o CD em seu Catálogo Nacional e começará a ser vendido no dia do Lançamento. Também em março a banda conseguiu a distribuição digital do Álbum através da OneRPM.

https://www.onerpm.com/#/disco/album&album_number=152370237

No Site da OneRPM o Álbum Digital é vendido a R$ 7,11 (o preço mais barato). Mas foi através do OneRPM que a banda conseguiu também distribuir o disco no iTunes, Oi Radio e mais de outras 40 outras lojas virtuais de música.

iTunes Preview – SPH Rock and Roll

http://itunes.apple.com/album/id510538166

A CD já está em vias de ser disponibilizado nas Lojas BEMOL também…acreditamos que provavelmente nessa semana de lançamento já esteja a venda por lá…

Paralelamente à gravação e produção do CD a banda continuou sua agenda nas principais casas noturnas da cidade, organizou e participou de alguns festivais interessantes:

– Tocou diversas vezes em Itacoatiara, no interior do estado do Amazonas. Tocou como atração no FECANI (Festival da Canção de Itacoatiara) em 2007, 2009 e 2011, tocou ainda na Festival Rock in Ita (2008) e na Festa da Nossa Senhora do Rosário em 2011.
– Organiza desde 2008 o Beatles Fest Manaus – Festival Beneficente para fãs de Beatles, cuja renda é revertida para entidades filantrópicas: entre elas o Abrigo Moacyr Alves (2008), a Associação Pestalozzi (2009, 2010) e o Instituto Alguém (2009), sendo este último recorde de arrecadação e público

– Em outubro de 2011 participou do Projeto Tacacá na Bossa no Largo São Sebastião, onde fez o show entitulado “Rock Contra a Violência”. Uma homenagem ao professor, poeta e “Guru” da banda, Moysés Mota, que foi brutalmente assassinado em Agosto de 2011

– Abriu a Mostra do I Festival Amazonas de Rock – Grito Rock 2012

– Foi a quarta banda mais votada na Enquete da Virada Cultural 2012.

O lançamento do CD vem de certa forma “coroar” essa boa fase que a banda está passando. Estamos todos muito felizes e queremos compartilhar com vocês essa felicidade!

EVENTOS DE LANÇAMENTO

Pocket Show Eletroacústico na Saraiva Megastore – Quarta, 11 de Abril 19h00 – Espaço Cultural Thiago de Mello

Para o pocket Show da Saraiva a banda preparou um repertório especial…irá tocar todas as músicas do CD e alguns covers que marcaram a trajetória da banda. Com certeza não faltarão músicas do Creedence Clearwater Revival, Beatles, clássicos do Blues e o tradicional mix de rock and Roll dos anos 50 que já esperado entre os fãs da banda…

O evento será no Espaço Cultural Thiago de Mello, na próxima quarta 11 de Abril e iniciará as 19h00, seguido de uma comemoração e noite de autógrafos.

Festa de Lançamento na Cervejaria Fellice – Sábado, 14 de Abril as 22h00

A Festa na Cervejaria Fellice contará com o Pré-show da Banda Scarface e pós-show do DJ KIMO!!! Será uma grande uma reunião de amigos e fãs da banda. Esperamos vocês lá!!

Recebemos com grande alegria a notícia de que o curta “O Enochato” ganhou os seguintes prêmios no festival de Curta-Metragens – Curta 4.7, cujo encerramento foi no último 26.11.11 na vila de Paricatuba, em Iranduba/AM:

– Melhor Direção: Anfremon D´Amazonas

– Melhor Ator: Richard Harts

– Melhor Trilha Sonora: Anfremon D´Amazonas (com músicas da Soda Billy e SPH Rock and Roll)

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mais uma vez o Beatles Fest Manaus mostrou ser uma noite mágica, regada a boa música, solidariedade e alegria. Não houveram transtornos, todas as bandas respeitaram o horário previsto, sem atrasos nas trocas, mostrando respeito enorme ao público que prestigiou o evento.

A arrecadação final ficou distribuída da seguinte forma: 

– Ingressos Antecipados R$ 3.820,00

– Bilheteria da Cervejaria Fellice R$ R$ 4.540,00 (já descontado ISS 5%)

– Camisetas e Adesivos: R$ 560,00

TOTAL: R$ 8.920,00

Com essa arrecadação o Beatles Fest Manaus 2011 mais que duplica (quase triplica) a arrecadação dos anos anteriores, sendo recorde de público e arrecadação.

Tivemos envolvimento direto com os responsáveis pelo Instituto ALGUEM que recebeu a renda arrecadada já mesmo no dia do evento!

Agradecemos a todos que participaram direta ou indiretamente do evento. Estamos todos felizes com o resultado e obviamente já estamos ansiosos para o ano que vem!!

Abaixo cito os agradecimentos específicos das partes envolvidas:

“A noite do Beatles Fest foi uma das melhores noites de minha vida. Pela diversão musical, pela confraternização com os amigos, e principalmente pelo sucesso na arrecadação destinada ao ALGUEM. Que noite linda! Muito obrigado aos amigos da SPH por mais uma vez fazer o convite para a Mr. Hofner participar deste evento. Ontem, respiramos todos o mesmo ar beatlemaníaco. Eu estava num lugar em que sobrava energias positivas e solidariedade. Valeu!”

Tirson Benarrós – Organizador do Evento e Baterista da Mr. Höfner

“Caros amigos, muito obrigado a todos pelo convite. Parabéns a todas as bandas, que nos proporcionaram um ótimo entretenimento e também um execelente intercâmbio de experiências musicais. Saber que contribuímos para um bom show e, ainda por cima, fizemos uma boa ação é, sem dúvida, gratificante no final. Grande abraço a todos, ficamos n aguardo de novos projetos!”

Jefferson Matias – Vocalista da banda Michael Kane

“Meus amigos idealizadores da Beatles Fest, o Instituto ALGUEM, mais uma vez agradece o apoio e força. Noa sentimos honrados e privilegiados em participar desta ediçao cuja arrecadação foi muito além do esperado. De ingressos antecipados, vendemos R$ 3.820,00. A bilheteria da Fellice nos entregou R$ 4.540,00 e ainda comercializamos R$560,00 em camisetas e adesivos. Totalizando um lucro de R$8.920,00 que serão depositados em nossa conta hoje mesmo. Que grande maravilha!!!!!! Mais uma vez obrigada”

Carolina Coelho Varella – Presidente do Instituto ALGUEM

“Em nome da banda SPH agradeço a todos que prestigiaram o Beatles Fest 2011, foi mais uma vez uma noite mágica, repleta de alegria, confraternização, solidariedade e boa música. Ainda vamos fazer a prestação de contas oficial mas posso adiantar que já superou em mais de 2 vezes o valor dos anos passados!! Muito obrigado mais uma vez!!” 

Anfremon D´Amazonas – Organizador e Vocalista da Banda SPH Rock and Roll

“Vida Longa ao Beatles Fest!!”

Lúcido Rabelo – Baterista da Banda SPH Rock and Roll

Aproveitamos mais uma vez para agradecer à Cervejaria Fellice por ter cedido o espaço para a festa, bem como o palco, som, iluminação e todo o apoio necessário para o mesmo! Sem essa parceria, nada teria acontecido!!

Marco Ribeiro - Curtindo o Beatles Fest!

Fiquem agora com o Setlist Aproximado das Bandas:

ESTAÇÃO ROCK
1. I Call your Name
2. Slow Down
3. MatchBox
4. Bad Boy
5. Hold Me Tight
6. Tell Me Why
7. Dizzy Miss Lizzy
8. Think For Yourself
9. Yer Blues
10. Hey Bulldog
 
BLACK MERSEY
Rock and roll music
Kansas city
Everybodys trying to be my baby
I want to hold your hand
Please please me
From me to you
She loves you
A hard days night
All my loving
Please mr postman
Can’t buy me love
Help!
I’m Down
Twist and shout
 
MICHAEL KANE
1 – Taxman
2- Hello, Goodbye
3 – getting Better
4 – You can’t do that
5 – Lucy in the Sky with Diamonds
6 – Sgt. Peppers (partes I e II)
7 – Here comes the Sun
8 – Ticket to ride
10 – Nowhere man
12 – Paperback Writer
13 – I Feel Fine
14 – We can work it out
 
SPH Rock and Roll
1. I Saw Her Standing There
2. Dont let me down
3. Oh Darling
4. Roll Over Beethoven
6. Something
7. Why Don´t we Do it in he Road
8. Birthday
10. Give me Love
12. Helter Skelter
13. I´ve Just Seen a Face (música tema do Beatles Fest desse ano)
 
MR HOFNER
1. Get Back
2. Let It Be
3. I´m the Walrus
4. Penny Lane
5. While my guitar Gently weeps
6. Golden Slumbers / Carry that Weight / The End
7. Come Togheter
8. After 909
9. Taxman
10. Glass Onion
 
Aproveitamos para agradecer também a Viviane Mesquita e Kharla D´Amazonas por terem feito o Registro Fotográfico e de vídeo do evento.

E para terminar deixamos vocês com o encerramento do evento. Com todas as bandas e diretores do Instituto ALGUEM, cantando Hey Jude!

Fiquem com Deus e em paz!! A festa volta ano que vem!!

Anfremon D´Amazonas

 
 

The Beatles Fest 2011

Cartaz do Beatles Fest Manaus 2011

Evento beneficente realizado uma vez ao ano, organizado pela Banda SPH Rock and Roll juntamente com outras bandas amigas, para homenagear os “Fab Four” e ainda ajudar uma instituição de caridade. O Evento é realizado desde 2008 e neste ano a instituição Beneficiada será o Instituto ALGUEM, criado há pouco mais de um mês por duas famílias que perderam suas crianças para o câncer e resolveram fundar a ONG para ajudar outras crianças com câncer, através de uma complexa rede de contatos e ajuda, a obter tratamento rápido e adequado para a doença.

Assista o vídeo promocional do Evento deste ano e conheça as pessoas envolvidas nesta luta!

Prestigie! Será uma noite muito agradável e mágica, exclusivamente com música da banda que marcou o planeta. Afinal, todas as bandas tocarão apenas BEATLES. Além de se divertir com show de qualidade você estará ajudando uma causa nobre!!

Abaixo faremos um resumo dos eventos passados e resultados Obtidos

THE BEATLES FEST MANAUS – 2008

FINO DA BOSSA – Instituição – ABRIGO MOACYR ALVES (AMA) – Cuida de crianças e Adultos especiais

BANDAS: Black Mersey – SPH – Sweetcase e Mr. Höfner

Este slideshow necessita de JavaScript.

Arrecadação em Dinheiro:

– Bilheteria: R$ 735,00
– Doações: R$ 150,00
Total: R$ 885,00

Todo esse dinheiro foi convertido em benefícios para o abrigo Moacyr Alves e estes somados aos alimentos coletados no dia do evento produziram a seguinte lista:

ALIMENTOS:

– 31kg de Arroz
– 31Kg de Açúcar
– 17Kg de Feijão
– 35 latas de leite em pó (400gr) + 1l de leite de caixa
– 29 latas de Farinha Láctea
– 6kg de Farinha de Mandioca
– 26 pacotes de macarrão (tipo Spaghetti)
– 11kg de Achocolatado (Nescau-Toddy)
– 12kg de Maizena
– 2kg de pó para Gelatina
– 4kg de rosquinha (doce)
– 4kg de bolacha Cream-Cracker
– 6 latas de Mucilon
– 10 latas de Neston
– 9 pacotes de bolacha recheada
– 1 pacote de café em pó
– 1 caixa de barra de cereal
– 1 papinha de bebê
– 2 latas de aveia em flocos
– 1 pacote de bolacha maizena
– 2,5kg de ervilha

MATERIAL DE LIMPEZA:
– 20 litros de Desinfetante
– 20 litros de Detergente
– 12 litros de Álcool
– 12 litros de Amaciante
– 10kg de Sabão em Pó
– 30 litros de Água Sanitária
– 30 pacotes de sabão em barra (5 Unidades cada)

HIGIENE

– 72 Rolos de Papel Higiênico
– 24 sabonetes
– 144 fraldas geriátricas (tamanhos variados)

ELETRODOMÉSTICOS

– 01 Liquidificador

2a. Remessa
– 11 latas de Leite
– 28 Fraldas Geriátricas – Tamanho M e G
– 2 latas de Mucilon
– 1kg de arroz
– 1kg de açúcar
– 1pacote de bolacha maizena
THE BEATLES FEST MANAUS 2009

Cartaz 2009!!

CERVEJARIA FELLICE – Instituição ASSOCIAÇÃO PESTALOZZI – Escola para Crianças Especiais
BANDAS: SPH – Mr. Hofner – Insight – Michael Kane – Black Mersey

Mr. Hofner no Beatles Fest 2009

Renda Obtida: R$ 3.500,00

Com dinheiro a Associação Pestalozzi comprou uma Moto que foi rifada, ampliando a renda para mais de R$ 10.000,00. Além disso foram doados mais de 50 kgs de alimentos não perecíveis.

THE BEATLES FEST MANAUS 2010

CERVEJARIA FELLICE – Instituição ASSOCIAÇÃO PESTALOZZI – Escola para Crianças Especiais
BANDAS: SPH – Black Mersey – Off the Wall
Veja o vídeo promocional de 2010:
Valor arrecadado

Prestação de Contas do Evento

Vendas Antecipadas: R$ 750,00

Vendas no dia (fellice): R$ 2.425,00

Desconto de ISS (5%): – R$ 121,25

Vendas no dia (líquido): R$ 2.303,75

Venda do CD (até 24.11.10): R$ 750,00

*Custos de produção do CD: – R$ 390,00

Renda Obtida (Até 24.11.10): 3.413,75

Além disso foram arrecadados os seguintes alimentos não perecíveis:

– 18 kg de açucar

– 20kg de Arroz

– 3kg de Farinha

– 3kg de Feijão

– 5 pacotes de macarrão

– 2 pacotes de café

e 2 pacotes de milharina

O Diferencial do ano de 2010 foi a gravação de um CD do Evento cuja venda seria revertida também para a entidade escolhida. Veja abaixo como foi a gravação desse CD:

Cerca de 100 unidades restantes desse CD serão vendidas no evento desse ano!! Garanta o seu!!

Abraços

Anfremon D’Amazonas!!

 

 

 

Foto: Kharla D'Amazonas Design Gráfico: Anfremon D'Amazonas

No próximo dia 26 de outubro, quarta-feira, o projeto Tacacá da Bossa apresenta a Banda SPH Rock and Roll numa apresentação especial, o evento ROCK CONTRA A VIOLÊNCIA. 

A banda SPH Rock And Roll foi formada em 2006 pelos amigos Lúcio Rabelo e Marcus Vinicius, dois aficcionados por rock and roll clássico. Muitas foram as mudanças que a banda passou nestes quase 5 anos, mas hoje a sua formação se estabilizou da seguinte maneira:

Anfremon D’Amazonas – Vocal 

Marcus Vinicius – Guitarra

Jean Carlos – Guitarras

Israel Pinheiro – Baixo

Lúcio Rabelo – Bateria 

A banda tem por característica o Rock and Roll crú, tocado de maneira honesta, divertida, com poucos efeitos, lembrando os timbres praticados na década de 50 e 60. Blues e Country Rock são estilos que também norteiam a SPH.

Em 2007 a banda começou a se apresentar periodicamente em diversas casas noturnas da cidade, se tornando muito conhecida na noite manauara. Mas foi em 2010, que a banda iniciou, de maneira COMPLETAMENTE INDEPENDENTE a gravação de seu primeiro álbum entitulado (por motivos óbvios) de “Só Por Hoje”. Apesar do nome e do tema “recuperação da adicção” estar presente em algumas letras, não se trata de um disco conceitual. O álbum versa sobre vários temas: política, diversão, reflexões filosóficas e existenciais, amor, sexo, ecologia, entre outros.

Musicalmente a banda vai buscar os pilares do Rock Clássico para fundamentar as canções. Portanto, em suas 12 músicas espere encontrar muitas pinceladas de Blues, Country, R&B e até umas flertadas com o rock progressivo e psicodélico (feito sem drogas!). Enfim, trata-se de um álbum completo de ROCK, em todas as suas vertentes, cantado em português claro para quem quiser ouvir.

O disco tem 12 faixas e está atualmente sendo prensado pela Microservice, sendo aguardada sua chegada até o final do mês de outubro. Neste período de gravação a banda produziu 3 Videoclipes (Algo Mais, Simplesmente Pelo Fim e Todo o Meu Amor em Vão) com suas músicas próprias. O financiamento da Prensagem do CD da SPH foi obtido através de Financiamento Coletivo, sendo os apoiadores os próprios fãs e amigos da banda, numa campanha bem sucedida no site Catarse:

http://catarse.me/pt/projects/174-so-por-hoje

Em agosto desse ano a banda perde um de seus principais Fãs e apoiadores, o professor e Cientista Social MOYSÉS MOTA. Moysés acompanhava a banda em suas apresentações e era uma espécie de Guru Intelectual de seus integrantes. Ele foi brutalmente assassinado na frente de sua residência numa tentativa de assalto no dia 25 de agosto de 2011.

Moysés Mota

O próprio Moysés havia agendado essa data com o Joaquim, proprietário do Tacacá da Gisela e produtor do Projeto “Tacacá na Bossa” para a banda SPH tocar no largo. Ele queria que a banda fizesse um especial lembrando o festival de Woodstock, segundo ele mesmo, um dos maiores eventos que simbolizam a paz e liberdade de expressão.

Depois de seu falecimento a banda achou que era justo utilizar essa data para fazer um evento anti-violência. Para essa noite a banda tocará seu repertório habitual de Rock and Roll clássico internacional, tocará suas músicas próprias e muitas músicas em homenagens a Moysés, especialmente as músicas do Creedence Clearwater Revival como “Long As I Can See the Light”, que era uma de suas favoritas e foi tocada pelos integrantes da banda durante seu enterro.

A banda tocará também a música “Abrigo” que foi especialmente composta para Moysés, e pode ser ouvida no link abaixo:

http://soundcloud.com/sphrockandroll/abrigo

A banda pede a todos que forem comparecer ao Evento, para que dêem preferência para a utilização de Camisetas Brancas, simbolizando a Paz. Os integrantes ressaltam ainda que não será uma noite de tristeza e sim de alegria, homenageando um amigo cuja passagem por esse plano marcou a vida de todos.

Veja alguns dos Videoclipes da SPH abaixo:

 

Foto: Casa no Largo - por Anfremon D'Amazonas

Hoje haverá uma Sessão Especial no Cinemark com estréia de curtas Amazonenses. Esses curtas foram resultado das oficinas preparatórias sobre cinema, ministradas por Júnior Rodrigues. A Sessão ocorrerá as 19:00h no Cinemark (Studio 5) e serão apresentados os seguintes curtas:

– Jorge – de Dheik Praia

– Uayná – Lágrimas de Veneno – de Junior Rodrigues

– Perdidos – de Zeudi Souza

– O Enochato – de Anfremon D’Amazonas

– Anjo – de Erismas Fernandes

– Detetive – de Bill Barroso

– Corno do Corno – Pedro Xisto e Amanda Magaiver

– Tá Perdido – Tony Ramos e Renan Carvalho

– O Anúncio – Laury Gitana e Anderson Souza

– Simplesmente Pelo Fim – Videoclipe (Banda SPH) – De Anfremon D’Amazonas

Observação importante. ENTRADA GRATUITA!!

Portanto, divulgue, compareça, prestigie!!

Filmamos ontem o Curta “O Enochato”. A equipe foi formada por Kássia Teixeira (Juliana),  Richard Harts (Gustavo, o Enochato), Israel Pinheiro “Tequila Underline” e Wanessa Amador (Cláudia). Filmado no apartamento de minha mãe Ierece Barbosa e com ajuda de minha esposa Kharla D’Amazonas e “supervisão” de Sofia D’Amazonas.

Bem, preciso falar que estou um tanto inseguro e apreensivo com o resultado final desse filme. Não por causa dos atores, que na verdade, saíram-se muito melhor que a encomenda. Principalmente o Richard que não conhecia e que definitivamente tem um “feeling” natural para comédia. Estou inseguro porque não é videoclipe e não tem nada a ver com “O Inimigo”, na verdade tem “timing” e “conceitos” completamente opostos. E desta vez, claro, tirando os inestimavéis conselhos dos próprios atores e de minha esposa, estava “dirigindo” no modo solo, sem a ajuda do Jr. Rodrigues.

O filme tem diálogos, pick-ups, iluminação artificial, áudio externo, uma pequena produção que consumiu minha tarde de ontem com atividades do tipo, comprar vinhos, emprestar vinhos mais caros (thanks Daniel Oliveira e Adega Brasilis), imprimir rótulo de vinho que não dá para comprar e nem emprestar, encomendar comida, açaí…pensar e arrumar todos os detalhes. Que faltam fazem um produtor e assistentes nessas horas, ehehehe….

Ontem apesar de estar em ambiente familiar com pessoas agradabilíssimas, senti-me fora da zona de conforto. O que é bom, pois sei que estou entrando em território novo, e mesmo que o resultado seja aquém do esperado. O aprendizado será intenso.

Já li bastante a respeito de edição e sobre direção, na parte técnica de enquadramento, lentes, enfim…a parte “fotográfica” da coisa, ontem percebi que preciso aprofundar mais na direção dos atores, ou direção cênica, algo do tipo. Mas enfim…estamos fazendo isso para aprender. Meu agradecimento sincero a todos que acreditam nessa loucura e ainda dispensam tempo e trabalho para realizá-las!

Abraços

Volto agora a minha “zona de conforto da edição”…

Deixo vocês apenas com a abertura por enquato. Com a promessa de que o filme sairá em menos de uma semana. Afinal é o prazo que temos para inscrevê-lo no Amazonas Film Festival.

Anfremon D’Amazonas

Comentários de Wanessa de Paula

Noite de gravação do Curta “O Enochato”.. com os atores talentosíssimos Kássia TeixeiraRichard Harts e Tequila Underline, que arrasaram e deram um SHOW a parte na criatividade.. Obrigada mais que especial ao diretor Anfremon D’Amazonas, valeu por nos deixar a vontade e principalmente deixar fluir toda a criatividade para que o trabalho ficasse a nossa cara…

 ‎…Foi sensacional nos escravizar com os microfones e a iluminação (dá-lhe braço para tal), e para finalizar um obrigada de coração a Kharla, Sofia, “mãe” e Fofinha (família do Anfremon D’Amazonas) por aguentarem esse povo com tanta zorra em plena segunda a noite.. AMO MUITO TUDO ISSO! \o/

Tiger & Sofia

 

Sobre a cama bagunçada vejo,

Olhar de criança curiosa

Fugindo alegre  do pai que,

Imitando um latido canino,

Apressa-se para a perseguição.

 

Simples assim são minhas tardes

Observando e brincando com a cria

Fuçando com ela um novo mundo que nem

Imaginava existir ou talvez

Antes havia esquecido.

 

Se hoje sou pai e entendo

O que meu pai sentia por mim

Fecho meus olhos e escrevo

Inevitável é o amor que me deixa

Assim!

 

Copiando a idéia dos anagramas de minha mãe…já que não estou tão inspirado assim. E pensando na minha baixinha que não passará o dia dos pais comigo (apenas “a noite dos pais”), mas pelo menos estará com o avô. Que dizemos ser pai 2 vezes! Feliz dia dos Pais a todos!!