Antena Parabólica - ISO 800 87mm F: 4.0 1/250s

Fotografia tirada em Itacoatiara em 29.10.2011. Uma antena-parabólica no alto de um barco regional capta a programação da televisão via Satélite mesmo nos lugares mais distantes. Definitivamente um dos símbolos da globalização das telecomunicações nos anos 80. Claro que hoje temos internet wireless em muitos pontos das principais cidades do mundo. No entanto, pelo menos por enquanto, o que chega nos barcos é o já velho sinal de satélite.

Do momento em que a foto foi tirada em diante. Fiquei com a música “Satellite” da Dave Mathews Band na cabeça. Hoje fui procurar a letra. Que fala exatamente sobre o que acabei de escrever acima.

SATÉLITE – Dave Mathews Band

“Tradução livre”

Satélite nos meus olhos
Como um diamante no céu eu fico imaginando
Satélite passando pela lua
Tendo o mundo seu balão
“Joãozinho” para a nave mãe

O frio do inverno a primavera apaga
A tempestade persegue a calmaria
Tudo que é bom precisa de substituição
Olhe para cima, olhe para baixo e em volta, satélite

Satélite, as manchetes lêem
Você viu os segredos de alguém
Olhos e ouvidos
Satélite, um prato no meu quintal
Fale-me mais, fale-me mais
Quem é o rei do seu “castelo satélite”?

Descansa lá depois das nuvens sem restrições
Televisão que você censura pelo mundo
E enquanto eu gasto essas horas,
Cinco sentidos vacilando
Eu fico rindo do mundo com meus olhos de satélite

 

Anúncios